top of page

Como o MEI pode emitir a NFS-e gratuitamente em 2023

Atualizado: 31 de jan. de 2023

Muitos Microempreendedores Individuais (MEI) têm dúvidas sobre a emissão da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e). A boa notícia é que os MEI também podem emitir essa nota fiscal. A NFS-e é um documento fiscal eletrônico que substitui a nota fiscal de papel e é obrigatória para algumas prestações de serviços.



Por que a emissão de NFS-e é importante?

A emissão da NFS-e é importante para o MEI pois ajuda a formalizar suas atividades e aumenta a confiabilidade junto aos seus clientes. Além disso, ela também é importante para o cumprimento das obrigações fiscais e para a comprovação de renda.


A NFS-e também é importante para o MEI pois ela permite que ele comprove as suas atividades para fins de declaração de imposto de renda. Além disso, ela também é importante para o cumprimento das obrigações fiscais e para a comprovação de renda.


Como emitir a NFS-e em 2023 gratuitamente.

A Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) é um documento fiscal eletrônico que comprova a prestação de serviços entre cliente e prestador. Atualmente, cada cidade brasileira possui sua própria maneira e procedimentos para emiti-la, o que pode causar dificuldades para os Microempreendedores Individuais (MEI).


Porém, um projeto realizado pela Receita Federal em parceria com a Abrasf (Associação Brasileira das Secretarias de Finanças das Capitais) está mudando isso. O objetivo é facilitar ainda mais a vida dos MEI, reduzindo a dificuldade com os diferentes padrões municipais de NFS-e e integrando as prefeituras de todo o país. Com essa iniciativa, a NFS-e terá um padrão nacional, sendo aceita como documento em qualquer cidade ou estado do Brasil.


Isso significa que os MEI poderão emitir a NFS-e de forma mais fácil e ágil, sem se preocupar com as diferenças entre os procedimentos municipais. Além disso, a NFS-e emitida será aceita em qualquer lugar do país, o que amplia as possibilidades de negócios para os MEI.


A partir de 1º de janeiro de 2023, os Microempreendedores Individuais (MEI) poderão emitir a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) de forma mais fácil e prática. Através do portal do Simples Nacional, será possível emitir essa nota preenchendo apenas três informações: CNPJ ou CPF do tomador do serviço, descrição do serviço e valor da nota. E o melhor, a emissão poderá ser feita gratuitamente pelo computador ou por aplicativo de celular.


A NFS-e continua sendo facultativa na prestação de serviços para pessoas físicas, mas é obrigatória nas transações com outras empresas. Além disso, o MEI estará dispensado da Declaração Eletrônica de Serviços e da emissão de documento fiscal eletrônico quando se tratar de operação sujeita à incidência de ICMS (exceto se o município ou estado exigir)


Não perca mais tempo lidando com burocracias e complicações na gestão de sua empresa. O aplicativo PJMEI é a solução perfeita para os Microempreendedores Individuais (MEI) que desejam ter tudo o que precisam para gerenciar sua empresa em um só lugar. Com o PJMEI, você pode emitir suas Notas Fiscais de Serviços Eletrônicas (NFS-e) de forma fácil e rápida, além de gerenciar suas finanças e contabilidade.


Baixe agora o aplicativo PJMEI e tenha toda a gestão da sua empresa na palma da mão!



9 visualizações0 comentário

留言


bottom of page